domingo, julho 16, 2017

Coisas a fazer

Pensei em nomear essa série de listas como “coisas que gostaria de fazer” ou “coisas que quero fazer”. A primeira ideia me pareceu muito distante, e a outra muito próxima. Nada está planejado nem estabelecido, nem um centavo investido ou poupado para nada. Entre o intangível e o definitivo, decidi por apenas “coisas a fazer”, um rol de sonhos sem compromisso, organização de vontades livres que sobrevoam os meus pensamentos.

GPs de Fórmula 1 a assistir
Sou muito fã de Fórmula 1, amo ler e assistir sobre esse esporte, mas nunca fui em nenhum Grande Prêmio de São Paulo. Alguns circuitos que tenho vontade de conhecer:
-Budapeste - quero voltar
-Cidade do México - quero visitar

Idiomas a aprender
Adoro estudar novas línguas, posso dizer que tenho grande facilidade para pegar um idioma. Já tenho conhecimentos em inglês, espanhol, alemão e francês, e consigo me virar satisfatoriamente nas três primeiras. Quero fazer aulas pelo resto da minha vida e viajar muito para praticar e conseguir fluência também em:
-Italiano
-Árabe

Países com P a conhecer
Uma coincidência: os países sobre os quais mais tenho pesquisado para fins turísticos começam com P. Passaria uns 15 dias em cada um e acho que não têm quase nada em comum:
-Peru
-Polônia
-Portugal

Antes disso, muito antes de qualquer passo, estou me apoiando em três coisas:
-Remédios, um comprimido toda noite
-Terapia, uma hora a cada sete dias
-E exercício físico, meia hora três vezes por semana

Assim como antes eu contava até três de forma sagrada - por ser o número máximo de doses de tequila que eu aguentava de uma vez-, dessa vez as três coisas da última lista têm me feito sobreviver. São a garantia de um dia com começo, meio e fim, um de cada vez. Aos poucos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espaço abaixo: Pra quem leu o post e tem qualquer coisa a dizer. Deixe também o email ou site.